Depressão X Perda Cognitiva no Idoso - Psicologia Ativamente
277
post-template-default,single,single-post,postid-277,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive,elementor-default
 

Depressão X Perda Cognitiva no Idoso

Depressão X Perda Cognitiva no Idoso

O estudo dos transtornos mentais no idoso brasileiro cresceu nos últimos anos, com foco principalmente nos quadros de depressão e demência.

Os quadros depressivos são muito comuns na população geriátrica. Mas não é uma consequência natural do envelhecimento, e sim um transtorno psíquico associado a um sofrimento e a uma deterioração da qualidade de vida, em idosos, pode acarretar declínio cognitivo e funcional, além de maior morbidade e mortalidade.

O envelhecimento acarreta alguns fatores de risco para desenvolvimento de um quadro depressivo: Isolamento social;Menor rede de suporte social;Mudança de função social e familiar; Eventos vitais (como luto e separação); Alterações biológicas, vasculares, estruturais e funcionais;além de disfunção neuroendócrina e neuroquímica que ocorrem no cérebro durante o envelhecimento;Súbita retirada de referências fundamentais;Desfalecimento da imagem.

A apresentação dos quadros depressivos nos idosos é mais heterogênea e menos estereotipada do que nos indivíduos jovens, o idoso tende a apresentar maior quantidade de sintomas somáticos em relação aos sintomas psíquicos.

A Depressão e a Perda Cognitiva interferem nas atividades de  vida diária e social. Pesquisas constatam em pessoas com depressão apresentam queda do desempenho em tarefas que avaliam velocidade de processamento, atenção, rastreamento e conceituação. Desta forma a depressão constituiu fator de risco para o desenvolvimento de demência.

A depressão pode conduzir a alterações das funções cognitivas temporariamente, muitas vezes dificultando o diagnóstico diferencial entre este quadro e demência.

É importante que as atividades cognitivas sejam estimuladas continuamente, incluindo  os relacionamentos sociais, contribuindo para manutenção da autonomia e independência, garantindo assim qualidade de vida no envelhecimento.

 

Psicólogas e Coordenadoras do AtivaMente:

Rachel Dias CRP 05/40363                                                                                                                                                        Shayenne N.Torres CRP 05/37482

Contato: (21) 99876-1145 / 98272-9141

No Comments

Post A Comment